Tristeza

tristeza, mensagem do dia

“Mas a minha tristeza é sossego
Porque é natural e justa
E é o que deve estar na alma
Quando já pensa que existe
E as mãos colhem flores sem ela dar por isso.”
(Alberto Caeiro – Eu Nunca Guardei Rebanhos 8-3-1914)

Não adianta sorrir quando a alma está triste,
nem fingir que perdoou, quando a raiva ainda existe,
o céu tem cores lindas, e as nuvens são brancas,
mas podem formar desenhos estranhos e até sinistros,
tudo depende do que vai na sua alma.

O seu dia e a sua vida é reflexo disso,
dos pensamentos que você guarda a 7 chaves,
daquelas idéias que você luta para não pensar,
mas que não te abandonam, fazem parte de você.
É como se uma perna quisesse ir para o Sul
e a outra para o Norte,
sua alma está dividida…

A tristeza e a melancolia andam de mãos dadas,
caçando tolos que se deixam enganar,
por pequenas notícias que venham abalar,
a sua frágil estrutura, sua falta de sonhos.
Quem sonha e luta pela sua realização,
não tem tempo de se entristecer,
não tem espaço para a tristeza e nem para a melancolia.

Por isso, corra a buscar lá dentro de si mesmo,
os mais belos sonhos, e renová-los,
como a chuva faz com o clima,
como a terra que recebe a semente,
como o vento que espalha o pólen,
e leva vida para outro lugar.

Assim é você, a própria vida que sorri e diz bom dia,
a alegria de estar de bem consigo mesmo,
que te faz um vencedor, seja em que tempo for…

Eu acredito em você.

Paulo Roberto Gaefke

Deixe um comentário