Portulano

Portulano – 26 de Novembro (faltam 29 dias para o Natal)

Antigamente, os navegadores não tinham intrumentos de navegação que permitissem as viagens seguras como hoje, onde satélites e GPs guiam o barco até sozinho, bastando traçar a rota.

Alguém então teve a brilhante idéia de utilizar um livro com páginas em branco, onde cada navegador quando retornava de suas viagens, ia anotando os obstáculos, a direção, as dificuldades como recife de corais, as ilhas, os ventos e tudo que envolvia aquele roteiro. Esse guia, ou livro de anotações, ficava ano porto a disposição de todos e era conhecido como Portulano ou Catálogo de Portos.

Puxa, eu imagino como seria o seu Portulano! Como seria bacana se você fosse anotando em um diário as conquistas, as lutas, as dificuldades e se, usasse a humildade para escrever as vezes em que pisou na bola, que errou por ser cabeça dura, por não aceitar um conselho amigo, por insistir no desejo que só você nutria. Quantas vezes você quebrou a cara por insistir no erro, sabendo que estava errado?

Que Portulano você faria!
Acho que daria um belo livro.
Mas, na verdade, eu gostaria que você fizesse o seu Portulano para marcar o que é bom e grifar com letras vermelhas o que não deve mais ser repetido. Nada de ficar arrependido pelo que fez, nada disso, melhor se arrepender de ter tentado do que morrer com vontade e nem ter se mexido. O que eu gostaria é de ver você usando o seu Portulano como guia, como bússola. Veja como você é importante, como você já tem história e só depende de você mesmo. Isso não é fantástico?

Crie o seu Portulano, e use-o com sabedoria. Os resultados vão aparecer com certeza. Eu acredito nisso, como acredito em você

Paulo Roberto Gaefke

PS. Portulano: Roteiro de navegação do final da Idade Média no qual os pontos do litoral eram representados por rumos magnéticos e através de estimativas das distâncias percorridas e descreviam detalhadamente os pormenores da costa marítima.

Deixe um comentário